#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

domingo, 24 de julho de 2016

HISTÓRIA E ARQUITETURA EM SANTIAGO

As cidades trazem na arquitetura muito da sua história, o centro histórico de Santiago com igrejas, antigas construções imponentes se misturam aos edifícios modernos e vão nos contando o que a cidade já viveu e vive.


O passeio pode começar na Plaza de Armas, o marco zero. Nela é possível perceber as principais diferenças entre as cidades portuguesas e espanholas nas Américas. Os urbanistas espanhóis constroem as cidades partindo de uma grande praça cujos ângulos estão orientados segundo os pontos cardeais, ali ficam a Igreja e a casa da autoridade máxima, e partindo dai vão se organizando as demais quadras. Nas portuguesas, não se obedece essa rigorosa padronização, as praças são múltiplas, não existe um local central bem definido, nenhum método.  

A Catedral Metropolitana merece ser visitada. O silencio e a luz filtrada pelos vitrais justificam uma pausa no burburinho da cidade e uma oração de gratidão.



















Se quiser se aprofundar mais na história do Chile, indico visitar o Museu Histórico Nacional. Gosto de visitar museus nacionais porque sempre ajudam a conhecer mais a trajetória histórica e ampliar a compreensão do espírito do lugar.


Entretanto, se estiver com pouco tempo, e só vai conseguir visitar apenas um museu, sugiro que se dedique Museu Chileno de Arte Pré colombiano (Precolombino em espanhol). 



Com um andar exclusivo dedicado aos antigos habitantes do Chile  e outro à América Pre colombiana. 

Ficamos surpresos ao descobrir a habilidade, a criatividade, a arte daqueles que nos antecederam neste lado do mundo. Utensílios que poderiam funcionar como elemento decorativo nas casas de hoje.


A vaidade já estava presente nos adereços femininos e masculinos. Muitas dessas jóias foram derretidas pelos colonizadores, atraídos pelo valor do metal.


Você vai descobrir por exemplo que já jogavam algo parecido com o futebol.

Há no local um bom café, que serve um menu ao meio dia.

Nas proximidades está a Palácio La Moneda, sede do governo chileno. As pessoas gostam de assistir a troca da guarda ou tirar fotos com a estátua de Salvador Allende, presidente deposto pelo golpe militar que se suicidou no palácio.

Para completar o circuito ir ao Mercado Central. O prédio, trabalhado em ferro fundido de origem escocesa já vale a visita. 

Vão chamar sua atenção a variedade de peixes e mariscos. Se estiver com fome aproveite e experimente, os preços não são baratos, especialmente se quiser provar a centolla ( uma espécie de caranguejo gigante).

1 comentários:

Ramon Prates 26 de julho de 2016 14:02  

Adorei sua foto com o canhão sendo trolada pelas meninas. ahahahah

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO