#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

domingo, 14 de dezembro de 2014

EDIMBURGO - TERRA DE RAINHAS E BRUXOS

Embarcamos no trem e seguimos até Edimburgo, capital da Escócia, um dos pontos mais interessantes do Reino Unido. A estação de trem da cidade- _Waverley Station- marca de certa forma a divisão entre a parte antiga e a nova.


Nos dirigimos para Old Town (Cidade Velha), onde nos hospedamos. O encantamento foi instantâneo. A silhueta dos antigos prédios enegrecidos debruçados na encosta dos morros era sem igual. A sensação era de ter voltado no tempo, ou de caminhar em um cenário de filme sobre a Idade Média.



Circular pela suas atrações é fácil. Uma única rua concentra de ponta a ponta, a área de maior apelo turístico: a Royal Mile. Ela liga o Castelo de Edimburgo, situado na extremidade oeste, ao Palácio de Holyroodhouse, no extremo leste.



Aproveitamos o final da tarde e seguimos até o pomposo castelo de pedra que leva o nome da cidade. Foi erguido no século 7 mas foi ganhou imponência no século 12, quando o Rei Davi I, transferiu sua corte para a cidade. Dos muros que há mais de mil anos protegem a construção é possível ter uma visão panorâmica da cidade.

O dia frio de outono trouxe a noite e as luzes da cidade mais cedo, aves marinhas com seu granido criavam um clima um tanto lúgubre, não é de se espantar que este contexto serviu de inspiração para Joanne Rowling, que escreveu aqui a famosa série que tem o bruxinho Harry Portter como personagem principal.


Caminhando pela Royal Mile observando os detalhes da arquitetura dos prédios que nos remetem a tempos longínquos e aproveitar para conhecer as lojas de suvenires e desfrutar a culinária local nos pubs e restaurantes. 





Uma opção é a visita ao um pequeno museu em homenagem a bebida mais famosa do país> Scootch Whisky Experience, que explica a história, diferença dos métodos de produção e outros detalhes.

No dia seguinte fomos a outra extremidade de Old Town: os portões do Palácio Holyroodhouse, residência oficial da monarquia inglesa na Escócia. Estão ai os tronos ocupados pelo rei George V (1865-1987) e pela famosa Mary Stuart (1542-1587), retratada em livros, peças, filmes, que foi decapitada por conspirar contra a rainha Elizabeth I.


Apesar de estar em área urbana o palácio tem vizinhança verde- o Holyrood Park. Do alto podemos ter uma visão melhor do palácio e das ruínas da Abadia de Holyroohouse, nos  seus jardins.


Neste parque se pode ter acesso ao cume de uma montanha chamada Arthus's Seat, com 215 metros de altitude, alcançada depois de uma trilha de cerca de 45 minutos. 


Como havia chovido e não estávamos com calçados apropriado, fizemos apenas parte da trilha, o suficiente para uma bela visão da cidade.




Cruzamos North Bridge e do outro exploramos um pouco de New Town. Lá está a Princes Streer, rua principal da região, onde fica o Scott Monument, uma bela torre gótica erguida em homenagem ao poeta Water Scott.



Nos jardins da princesa as cores de outono mostravam sua exuberância. De lá também é possível ter uma outra visão do Castelo de Edimburgo.






Prosseguimos caminhando pela parte nova da cidade (não tão nova, século 18), com lojas mais sofisticadas. Mas o dia terminava e nossa última noite teve delícias do mar, acompanhadas de um bom vinho.






2 comentários:

Ramon Prates 17 de dezembro de 2014 13:04  

Essa cidade parece ser bem simpática mesmo.

Bergilde 7 de janeiro de 2015 14:04  

Fotos e descrição de cada passeio perfeitos! Gostei demais das tuas impressões pessoais relatadas em cada abordagem.Viajei contigo através destes relatos,meu abraço fraterno voltando ao blogspot neste 2015!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO