#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

INCENTIVANDO A LEITURA


Uma certa tristeza quando observamos os índices de leitura no Brasil, dados de uma pesquisa de 2011 do Instituto Pró-livro revelam que a média dos livros lidos é de 4 livros ano habitante, isto levando em consideração  leitura da Bíblia, outros livros religiosos e didáticos Apenas um adulto em cada três lê livros não didáticos.Destes 53% são mulheres e 43% homens.

As justificativas frequentemente referidas para este comportamento são a falta de acesso aos livros. Temos poucas bibliotecas e das que existem poucas têm acervos atualizados, os preços dos livros é caro por conta das baixas triagens. 

Mas o quadro esta sendo revertido, li numa outra fonte, que o quadro esta se revertendo, a quantidade dos livros produzidos cresceu nos últimos anos, trazendo redução do preço médio. Edições mais baratas de clássicos da literatura, lançados como livros de bolso, com pontos de venda alternativos (supermercado, padarias, farmácias etc), têm sido muito bem vendidos.  

Assim, nós, apaixonados por leitura, podemos contribuir para espalhar o hábito da leitura. Formar novos leitores ou incrementar a leitura dos que gostam de ler. Andei colhendo algumas idéias com este propósito por ai e vou compartilhar com vocês.

  •   A primeira proposta para ajudar a literatura a circular é dar livros de presente, escolher com carinho um livro para alguém. Se não sabe exatamente o gosto literário do amigo, não se intimide, inúmeras livrarias têm vales-presente, para que o presenteado escolha.
  •   Vale também doar aqueles que não pretende ler mais, são raros os livros que teremos tempo de reler. Um livro abandonado na estante perde a sua magia, são necessários outros leitores para que a história continue.
  • Ficou muito apegado ao exemplar, não quer doar, a opção é emprestar aos amigos e de pois trocar idéias sobre a leitura.
  • Outra forma de estimular a leitura é dividir os ganhos e dificuldades com outros, rompendo o silêncio característico da leitura. Quer comentando sobre isto ou fazendo resenhas e divulgando livros lidos em blogs, site ou faceboock. Uma das iniciativas mais interessantes que já participei foi o projeto 12 livros em 1 ano, onde, articulada com um grupo de pessoas, liamos um livro por mês e compartilhávamos as resenhas. 
  • Uma ideia é criar ou participando de clubes de leitura (ou atividade semelhante). Esta é uma experiência bem americana (vi muito em filmes), mas que considero bastante interessante. A editora Companhia das Letras, por exemplo, criou um na Penitenciaria Feminina de Sant'Anna em São Paulo e os resultados foram surpreendentes. Veja o relato de Vanessa Ferrari aqui e se inspire. Veja outro relato de clube de livro aqui.

Estas são algumas idéias para incentivar a leitura, um dos meus propósitos em 2014. Será que alguém tem outras mais interessantes?

2 comentários:

Anabel Mascarenhas 16 de janeiro de 2014 08:12  

São ideias bem interessantes, úteis e comprovadamente eficazes!
Estou aproveitando as férias para ler mais, e redescobrindo o prazer de ler "leitura leve"!!!
Beijoooo

Bergilde 17 de janeiro de 2014 09:07  

Tucha,bom dia!
E como é maravilhoso o prazer da companhia de um bom livro.
Muito de acordo com a tua reflexão aqui proposta. A gente sabe que nunca como hoje o acesso à leitura foi tão mais facilitado,falta no meu ponto de vista, é estímulo para as pessoas, principalmente os jovens se interessarem mais a ler.Não acredito que a desculpa para deixar de ler seja a falta de acesso aos livros,considerando que muitos utilizam a Internet esclusivamente como forma de diversão,e sem perceber que aqui também se pode desfrutar da companhia de autores clássicos e modernos através dos sites de leitura e informação.Dentro das próprias redes sociais existem páginas voltadas para a divulgação das bibliotecas virtuais.E,em se tratando da leitura com o papel as dicas aqui apresentadas são muito úteis.
Grande abraço,boas leituras!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO