#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

sábado, 9 de abril de 2011

A VIDA COMEÇA AOS 50 ?

A idéia para este post veio deste comercial da Vivo. A publicidade captou os novos tempos, onde a vovó pode namorar.




Vai longe o tempo em que os avós se limitavam a suspirar, andar de chinelos pela casa, jogar dominó na esquina. A nova geração de ciquentões quebrou tabus, têm coragem para investir em sonhos, abrir os braços para o que der e vier. Vivem, vamos dizer assim, uma segunda adolescência.

Somos programados biologicamente, para envelhecer e morrer, isto é um fato. Entretanto as grandes conquistas médicas na prevenção e tratamento de doenças e o avanço da farmacologia, estão fazendo com que tenhamos uma sobrevida maior. Por conta disto é cada vez maior o número dos que chegam aos 50, 60, 70 anos.

O envelhecimento traz mudanças ao corpo, os hormônios estão em declínio, e, mesmo com a reposição hormonal ou tratamentos estéticos, adiamos mas não conseguimos deter as transformações.

Para as mulheres, encarar as transformações do corpo é mais difícil. Vivemos no Brasil. uma ditadura da juventude e da beleza, e tem muita gente que faz tudo para esconder as marcas do tempo, e vai ficando com um aspecto cada vez mais artificial. É claro que existem recursos para cuidar e melhorar a aparência, mais ninguém pode deletar a idade que tem. Existe encanto na maturidade, é como a beleza do por do sol, diferente da luminosidade do dia, outros tons são o atrativo.

Mais do que qualquer ajuda farmacologica ou cirurgica, nossa atitude contribui para nos adaptarmos as mudanças. Acredito que quando nos tornamos mais flexíveis e abertos as possibilidades, podemos viver intensamente. Isto não significa ir toda noite para a balada, ou arrumar um namorado (a) 20 anos mais jovem, mas buscar uma melhor sintonia com nossos próprios problemas e desejos.

Não é uma tarefa fácil. Muita gente "trava", fica deprimido com as "perdas" e envelhece. Outros, seguem o caminho da maturidade, como os bons vinhos, ganham em sabor. Retomam velhos projetos, investem em novos sonhos, resignificam esta nova fase da vida.

Não, a vida não começa aos 50. Não vamos ficar jovens para sempre. Aceitar as limitações, e viver bem, faz com que a vida prossiga e possamos continuar a ter prazer, arrumar novos namorados (as), viajar, reinventar a profissão, descobrir novos jeitos de viver e ser feliz.

5 comentários:

Carlucha 10 de abril de 2011 16:58  

" São precisos 60 anos e não 9 meses para fazer um homem. " André Malraux

Tucha, lendo seu texto me lembrei desta frase que a cada dia se torna mais significativa para mim!
Administrar o próprio envelhecimento com serenidade, sabedoria, paz e principalmente esperança é o nosso grande desafio diário...
A vida não começa aos 50, recomeça todos as manhãs. A cada dia temos a oportunidade de fazer melhor ou diferente!
Então aproveite a semana que se inicia... hehe bjo

Bergilde Croce 11 de abril de 2011 05:13  

Concordo com suas palavras e da Carlucha.A vida começa quando temos a capacidade de perceber e dar o seu real valor.Estar bem consigo e com o mundo é o que importa,infelizmente há quem visualize somente o aspecto físico e este não há como manter a longo jovial,nem mesmo com todos os recursos biotecnológicos hoje disponíveis.Grande abraço pra você e te lanço um convite-desafio lá no blog,espero que goste de participar!

Georgia 12 de abril de 2011 14:15  

Marta, a vida comeca quando a gente aprende a ser gente.

Adorei o video, cai na gargalhada.

Bjao

RAMON(ES) 13 de abril de 2011 07:36  

Acho que o mais importante é estar feliz consigo mesmo. Beijos!

S... 17 de abril de 2011 09:25  

A não sogra! eu quero que comece aos 50 porque parece que dos 25 pra lá vai ser só trabalho! Ainda bem que to feliz com ele! bjusss

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO