#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

segunda-feira, 7 de março de 2011

TRIO ELETRICO

Atrás do trio elétrico
Só não vai quem já morreu
Quem já botou pra rachar
Aprendeu, que é do outro lado
Do lado de lá do lado
Que é lá do lado de lá

Caetano Veloso


Apesar de ter nascido neste pais do carnaval, e morar na cidade que tem o maior carnaval do mundo, Salvador, não me animo para a festa. Não vou atras do trio elétrico.

Lembro que na infancia minha mãe, protestante, não estimulava a participação na festa, meu pai se encarregou da inciação, me levou ao baile de carnaval. Não gostei daquele pula-pula, achei sem sentido (vai entender cabeça de criança). Gostava da folia das batucadas, das brincadeiras dos mascarados e das fantasias.
Depois, pela vida a fora, a festa não me animava. Gostava da alegria, mas estranhava a confusão e a multidão. Normalmente fujo da folia e vou para alguma praia. Quando fico em Salvador, faço um roteiro altenativo, tipo ir ver a saída do Ilê Aiyê na Liberdade, o do Olodum, no Pelourinho.

Estou em Ilhéus, o trio elétrico esta por aqui, mas não vou atras. Gosto mesmo de curtir praia e tranquilidade. Bom carnaval para os foliões, os que vão atrás do trio, dos blocos afros, das escolas de samba, das batucadas
.

2 comentários:

Bergilde Croce 8 de março de 2011 10:17  

Tucha,o carnaval baiano é belíssimo e famosíssimo também.Tenho vivido mais aqui essa comemoração (por conta das crianças) do que quando vivia no Brasil,mas indiscutivelmente é parte da cultura nacional brasileira.
Vim tambem deixar meu abraço pelo nosso dia internacional!

José Sousa,  8 de março de 2011 21:24  

Olá Tucha!
Infelizmente, aqui em portugal, transformaram o nosso carnaval genuino no carnaval Brasileiro. Agora é só batucada! Também não gosto dessas folias e não vou ver. Mas todos os meses vejo carnaval via TV. na Assembleia da Republica "os politicos, ministros e deputados" me dão um belo dia de carnaval.

Um beijão

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO