#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

CÉU DE BRASÍLIA





Nem sempre amamos uma cidade à primeira vista. Foi assim com Brasília. O primeiro encontro foi de estranhamento, tudo espaçoso demais, uma cidade sem nomes de ruas, além disso faltava o mar. Para os meus olhos ileenses, faltava familiareidade (e Nasciso acha feio o que não é espelho, não é Caetano).



Voltei outras vezes e fui descobrindo beleza nos "traços do arquiteto" e especialmente no "céu de Brasília". Mas as resistências desapareceram de vez quando decidi estar um tempo maior por aqui e caminhar pela cidade com alguém que a amava. E descobrir encantos dos parques, dos lagos. Fui além do céu e o redescobri refletido nas águas.

Agora meu filho e minha nora moram aqui e tenho uma nova razão para amar a cidade e estar aqui.

E o céu de Brasília tem estado agora por vezes plúmbleo e com eventuais relâmpagos, mas com momentos de sol e azul.

2 comentários:

Bergilde Croce 10 de dezembro de 2010 07:05  

Ponto de referimento pro nosso país e no caso específico importante pra você .
Tenho amigos por lá e já recebí postais que guardo com afeto também.
Abraços,Bergilde

José Sousa,  10 de dezembro de 2010 16:04  

Olá Tucha!
Gostei de ler algo sobre Brasilia, pois sempre leio só sobre São Paulo, Rio de Janeiro! Mas Brasil não só estas 2 cidades, né mesmo!?

Um beijão

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO