#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

sábado, 20 de novembro de 2010

ALEGRIA DA CIDADE

Este post é dedicado a todos nós afrodescententes (só sou branca na pele por estas brincadeiras da genética com a mistura de etnias brasileiras).

A alegria, a força, a inteligencia, a espiritualidade das cidades brasileiras vem muito do nosso lado africano. A mescla - negros, brancos, orientais- que nos faz únicos merece respeito, convivência fraterna e celebração.

A música que o inspirou é de Lazzo Matumbi e Jorge Portugal. As fotografias que o ilustram são de um grande fotógrafo baiano, Adenor Gondim.



A minha pele de ébano é
A minha alma nua
Espalhando a luz do sol
Espelhando a luz da lua (2x)

Tem a plumagem da noite
E a liberdade da rua
Minha pele é linguagem
E a leitura é toda sua

Será que você não viu
Não entendeu o meu toque
No coração da América eu sou o jazz,
Sou o rock
Eu sou parte de você
Mesmo que você me negue
Na beleza do afoxé
Ou no balanço no reggae

Eu sou o sol da Jamaica
Sou a cor da Bahia
Eu sou você (sou você)
E você não sabia
Liberdade Curuzu, Harlem, Palmares, Soweto
Nosso céu é todo blue e o mundo é um grande gueto

Apesar de tanto não tanta dor que nos invade
Somos nós, a alegria da cidade
Apesar de tanto não tanta marginalidade
Somos nós, a alegria da cidade





3 comentários:

Bergilde Croce 21 de novembro de 2010 12:21  

Ótima lembrança Tucha pelo dia da consciência negra.Aqui estamos mesmo com chuva comemorando a semana de redução do lixo.

Georgia 21 de novembro de 2010 14:40  

Que beleza, Marta.

Eu gostodemais das comidas baianas.

Boa semana

Bjao

Dalva 22 de novembro de 2010 22:09  

Belíssima homenagem! Valeu, Tucha!

Bjs.

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO