#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

DE PUNTA A PUNTA

Chegamos a Punta del Leste numa tarde de primavera com tons gris. A cidade tem uma localizaçao privilegiada, numa península entre o rio de La Plata e o Oceano Atlantico, o que fez dela a preferida para os veraneios entre uruguaios, argentinos e brasileiros do sul.

O tempo fresco (como dizem aqui) com temperatura entre 22º e 17º C, com um vento frio que deixa uma sensaçao térmica de menor temperatura, deixou as ruas da cidade quase vazias. Ela parecia semi adormecida, esperando o sol despertá-la para o agitos dos banhos de mar, passeios pelas ilhas, movidas noturnas, amores de veráo.

Caminhamos pela rambas que cercam o mar desfrutando da tarde. O esperado poste del sol, foi escondido pelas nuvens. Restou-nos contemplar o mar, ouvir os sonidos de las olas e acompanhar os voos de albatrozes e gaivotas. E, já que haviamos feito apenas um lanche durante o dia, nos deliciar com frutos do mar e um cabernet salvinon blanco, num restaurante à beira mar.




No dia seguinte um city tur completaria as descobertas.

  • Os dedos das maos que surgem da areia da praia Brava, uma escultura do chileno Mário Irarrazabal, simbolizando as mãos do homem surgindo na natureza.



    Nas ondas formadas pela estrutura em forma de M da ponte Leonel Vieira, que liga a cidade a uma vila hippe chique


A Casapueblo, uma casa escultura do artista plástico uruguaio Carlos Paéz Vilaró. Construída a beira de um costão à beira mar, pintada de branco como as das ilhas gregas. Uma mescla de atelier, museo, residencia e um hotel muito charmoso. Lá você pode assistir um vídeo sobre a vida do artista, conhecer e comprar alguma de suas obras. O ideal é que a visita seja realizada ao por do sol, como não foi possível para nós, nos dedicamos a conhecer mais sobre o artista e sua original casa.






1 comentários:

RAMON(ES) 3 de novembro de 2010 10:47  

Essas mãos saindo da areia são massa.

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO