#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

NO URUGUAI COM OS URUGUAIOS

Meu amigo me surprendeu logo pela manhã, chegando no hotel onde me hospedava. Havia faltado ao trabalho para ser meu guia turistico. Fiquei muito feliz com o reencontro e mais ainda de tê-lo como companhia, é muito bom visitar uma cidade acompanhado de quem a ama.

Começamos subindo no mirante da prefeitura para ver a cidade do alto. E, em seguida caminhamos pelas ruas do centro. O jeito uruguaio de conviver com o frio é caminhar com a cuia de mate e o termo, onde fica a água quente para o chimarão. Nesta fonte, há uma simpatia para fortalecer os relacionamentos, as duplas colocam um cadeado com o nome dos dois preso ao gradil.



Passamos pelo Palácio do Governo, onde acompanhamos a troca de guarda, com pompa e banda de música convivendo em harmonia com um grupo de manifestantes.




Proxima parada o imponente Teatro Solis, com toda a beleza arquitetônica. Numa visita guiada é possìvel conhecer também o interior e um pouco da história da construção.


Seguimos pela parte antiga da cidade, admirando as belas construções recentemente recuperadas. O interessante é que a vida da cidade pulsa por aqui, pessoas estao vivendo e trabalhando, convivendo com o fluxo de turistas.

Um belo momento, a visita a Catedral de Montevideo. Hora de agradecer pela graça da vida e pelo algria de viajar
Almoçamos no Mercado do Porto, comida tipicamente uruguaia, uma parillada, acompanhada de um bom vinho tannat. E brindamos ao reencontro e a força da amizade, que permanece apesar da distância geográfica.



Uma paradinha no Museo do Carnaval. Aqui a festa tem a mesma animação da brasileira, com direito a fantasia e máscaras.



Mais tarde fomos à casa de um casal de amigos, Fernando e Mariana, os conheci quando foram à Bahia em lua de mel, agora estão com quatro belas meninas. Foi uma folia, todas querendo conversar e rindo do meu portunhol. Cantaram canções de roda em portugues e o hino nacional do Brasil, que haviam aprendido para uma atividade de escola.






Lola, é a mais velha, na foto com o uniforme da escola, depois a Jacinta, a Violeta e a Franca (Judite). Na foto abaixo uma pose especial de Violeta, a mais ativa de todas, com a mamãe Mariana.

Voltamos pelas rambas de Pocitos, contemplando o por do sol e a saiìa da lua cheia no rio de La Plata. O anoitecer é demorado.

A movida noturna começa tarde, saimos depois das 23h e fomos ao Mercado da Abundância, um antigo local de venda de produtos alimenticios transformado com bares onde se pode comer e dançar. Muitos casais dançavam tango e milonga com perfeiçao. Como somos péssimos dançarinos nos contentamos em olhar.

Dali formos para um boliche (é assim que chamam os bares por lá) e fechamos a noite bebendo Patricia ( a cerveja local).



3 comentários:

RAMON(ES) 27 de outubro de 2010 17:25  

Hum... parece que a viagem está sendo bem divertida hein. Beijos!

Bel 27 de outubro de 2010 17:54  

E eu no aguardo das fotos, dê logo um jeito de inseri-las! Humpf.

Mariana L 2 de novembro de 2010 21:08  

Nos encantó haberte recibido en nuestra casa.
Muchas gracias por los lindos comentarios acerca de nosotros y nuestras niñas.
Me gustó mucho el Blog y haber sido parte de ese laaaargo día en Montevideo.
Seras siempre bienvenida!
Te mandamos seis besos grandes.
P.D. La mas chiquita es Franca. Pienso que Carlitos te pasó mal el dato debido a su falta de memoria con los años, jajaja

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO