#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

TSUNAMI

Nasci numa cidade marítima, aos doze anos fui morar numa rua em frente ao mar. Lembro que nos primeiros dias, nem dormia direitos ouvindo a barulho das ondas, depois ele passou a fazer parte da minha vida de forma muito afetiva. Acompanhar o movimento das marés, pegar as ondas de verão, conversas e namoro à beira mar.

Quando vim pra Salvador estudar, sentia muita falta desta proximidade. As vezes, a saudade era tanta que, fugia para a praia do Porto da Barra, contemplava a tranquilidade das águas, me acalmava, e voltava para os estudos. Se tempo era curto, via o mar de longe, da praça Castro Alves.

Volta e meia canto uma música de Gil que é uma declaração de amor ao mar:

Na terra em que o mar não bate
Não bate o meu coração
O mar onde o céu flutua
Onde morre o sol e a lua
E acaba o caminho do chão

Mas este amor convivia com um medo. Quando era criança, contavam uma profecia onde o mar invadiria a cidade, acabando com ela. A fantasia das grandes ondas invadindo povoava os meus sonhos.

As notícias dos terremotos e tsunami na Ásia fazem voltar estes medos. Graças a Deus, Ilhéus fica longe da placas tectônicas. Mas me solidarizo com aqueles que estão sofrendo com a destruição vinda da fúria da natureza. E, tão longe, só posso fazer uma oração pedindo que a natureza dê uma trégua e inspire coragem aos que ficaram para recomeçar.

2 comentários:

Dalva 1 de outubro de 2009 21:51  

Oi, Tucha,

Compartilho este teu amor pelo mar. Sempre que posso procuro estar perto dele, sentir o cheiro do vento da maresia... Acho que o medo que ele provoca vem desse grande mistério e força dos quais é um dos maiores simbolos. Infelizmente essas catastrofes fazem parte dessa natureza bravia. Que Deus fortaleza os sobreviventes!

Bjs.

Carlucha 2 de outubro de 2009 07:38  

O mar sempre me transmitiu paz! Não sinto mais assim, agora tbém há o medo e o respeito... As mudanças climáticas são reais e catastróficas!
Não são mais uma previsão apocalíptica do futuro. Eu espero que nós (cidadãos do mundo) possamos reverter ou minimizar os efeitos nocivos que agora sentimos, literalmente na pele! Apesar da semana cheia de acontecimentos caóticos, desejo um fim de semana de paz pra vc e sua família! Fiquem com Deus! Bjos

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO