#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

terça-feira, 9 de junho de 2009

O QUE É O AMOR ?


Busquei resposta para esta pergunta na poesia. E encontrei primeiras respostas cheias de erotismo. Leia e opine.


O amor é finalmente
Um embaraço de pernas
Um terror de artérias,
Uma confusão de bocas,
Uma batalha de veias,
Um reboliço de ancas.
Quem diz outra coisa é besta.

Gregório de Mattos



Abandonar o corpo a pessoa amada

Para que faça dele o que quiser.

Não opor qualquer resistência
Entregar-se natural, suavemente.
O outro sabe as veredas
Como o rio desce encostas
Para seu gozo no mar.

Abandonar o corpo ao outro
para que invente, projete
Pontes de suspiro, liberte seus demônios e poemas e se converta em anjo num rufar de penas
.

Abandonar o corpo à sorte alheia
Fundida à própria sorte, dissolver-se no corpo alheio como quem na vida, dissolve a morte

ENTREGA
Affonso Romano de Sant´anna

4 comentários:

Henrique Hemidio 9 de junho de 2009 19:59  

"O amor é um cão dos diabos"


Bukowski

Bergilde Croce 10 de junho de 2009 12:47  

Amor é mistério, é magia, é se deixar perder para se encontrar no outro...Ah,o Amor é mesmo maravilhoso e so se aprende amando...

Bea - Compulsão Diária 13 de junho de 2009 08:46  

Se me permite as melhores definições e observalçoes sobre o que é o amor estão em "fragmentos de um discurso amoroso", do grande Roland Barthes. Não é sob a forma do poema mas é texto poético dos mais instigantes. Sevc não conhece, não deveria perder. Se conhece e optou por nada dele colocar aqui, entendo porque vc preferiu poetas enormes, tremento. Augusto dos Aos é um escândalo. ainda onde à note eu li muto dele.

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO