#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

sábado, 13 de junho de 2009

O QUE É O AMOR? CONTRADIÇÕES

Horas de sofrimento
instantes de alegria

Gregório de Matos

o amor é uma droga
pesada
perde-se a exata dimensão da vida e
o retorno é lento, cheio de falsas visões
cold turkey
me quero de volta e
que esses matos voltem a fazer sentido
sinto falta do mundo sintetizado em
sua ordem nos
meuspensamentos
não esse oco reverberando
mandalas nos
ossos do crânio
não a dissolução de todas as certezas
o mundo apenas sua
representação
me contendo me dizendo
a que pertenço afinal

o amor é
uma droga pesada
e eu uma velhíssima mulher
gozando pela milésima vez a
viagem infernal.


Maria Rita Kehl. In Processos Primários

Amar é sofrimento de decantação.
Produz ouro em pepita,
elixires de longa vida,
nasce de seu acre
a árvore da juventude pepétua.
É como cuidar de de um jardim,
quase imoral deleitar-se
com o cheiro forte do esterco,
um cheiro ruim meio bom,
como disse o menino
quanto a porquinhos no chiqueiro.

É mais violento o amor.


Adélia Prado. In Oráculos de maio

2 comentários:

Germinante 13 de junho de 2009 13:38  

Ops, vim responder e achei de cara a Adélia, minha poeta favorita.
Então o espaço é dos bons, rsrsrs.

E pode se achegar ao germinante, gostei da sua visitinha. Por enquanto estamos eu (Elza Fraga)e a Bea (Compulsão Diária)segurando o leme. A idéia deste blog foi tirada de um espaço de Bea.
Se quiser mandar poemas para levar pitaco esteja a vontade.
Mande pro meu email elzafraga@yahoo.com.br
e escreva no título "poesia para germinante"
E aí é só convidar quem vc quer nos seus pitacos, rsrsrs, mandando para os 'seus parceiros' o endereço do blog.

Estou saindo agora, volto a noite, mas você já está entre os amigos do blog.
Bitokitas e luz.

Bergilde Croce 14 de junho de 2009 11:47  

Estou seguindo suas reflexoes acerca do amor na visao de grandes nomes da nossa literatura,mas particularmente prefiro os autores de visao mais otimista.Abraços!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO