#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

DESDE PERU

Depois de horas em aeroportos, chegamos ao Peru. Esses terminais sao a Babel moderna. Todas as línguas, etnias, vestuários... de comum só partidas e chegadas, encontros e despedidas.

Lima, a capital, tem diferenças e semelhanças e diferenças com as grandes cidades brasileiras. Em comum as grandes desigualdades economicas, refletindo numa grande periferia e bairros de classe média organizados, com jardins floridos e residências cheias de cercas eletrificadas, ruas com seguranças especiais.

De único, a arquitetura com casas e pequenos prédios sem telhados, quase nunca chove na cidade e eles se tornam desnecessários, ruas largas e surpreendentemente limpas. Parece que educação é mais eficaz que dinheiro para tornar as pessoas mais civilizadas.

Uma surpresa no meio a Lima moderna, Huaca de Puclland, um sítio arqueológico que foi cerimonial de antiga cultura.



Na parte histórica da cidade, o barroco espanhol sempre me encanta. Eles pensavam as cidades de forma mais ampla, ruas largas, estruturadas em volta da grande praça, chamada de Praça de Armas. Refletindo sobre esse nome, seriam mais bélicos que os portugueses que as chamam de Sé, um nome mais ligado a religião ?

Mas a Igreja Católica está lá, imponente, grandiosa. Os santos aqui estão tão espledorosamente vestidos, cheios de bordados e brocados, que poderiam estar em baile. O Jesus Cristo quase sempre na paixão e com uma face triste e dolorosa.

Terminamos o dia num bairro boêmio, Barranco, perto do mar. Um bar bem típico, tomando cerveja gelada e comendo comida criolla, típica do local. Sabores que nos encantaram. Quase na saída o dono do lugar resolveu cantar pra 'nossotros" uma música local e depois pediu que explicassemos para ele a letra de Disparada de Geraldo Vandré que ouvirá um brasileiro cantar.
Imagine a missão... Depois seguimos cantando mùsica brasileira e peruana. Choveu em Lima... raridade, agradamos a cidade ou a assustamos.



Tenho que ser breve, já estou em outra cidade e partindo para outra. Tudo muito corrido e sem as fotos que serão posta depois. Também sem til, onde fica nesse techado? ÑÑÑ

3 comentários:

Bel 25 de fevereiro de 2009 08:58  

Êeeee!! Isso mesmo, está conseguindo postar em meio à viagem... e eu aqui BA-BAN-DOOOO!!!

Beijão e aproveite muito!!!

RAMON(ES) 25 de fevereiro de 2009 12:34  

Estou curioso pra ver essas fotos.
beijos

cavalobaio 9 de março de 2009 21:58  

Bonita excursão e bem narrada. Gostei bastante de ler tudo ...

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO