#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

domingo, 1 de fevereiro de 2009

DANÇA

Depois do amor,
danço,
tempo absolutamente
feliz
pés descalços no chão
levito
luz da vida desliza
no meu corpo nú
espantando a dor.


Vens,
somos apenas dois baianos
que a vida embolou.
E se não dançamos juntos
não me desespero mais
sonho.



Vens,
te voltas para mim,
fita a minha dança
mesmo sem te dares conta
amas.



(Para ler ao som cadenciado de um samba)

1 comentários:

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO