#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

terça-feira, 31 de outubro de 2017

PUNO MAGICO

Fomos mais alto 3.870m e ao sul do Peru, fronteira com a Bolívia. Chegamos pelo aeroporto de Juliaca, onde pra nossa surpresa fomos recebidos por grupos folclóricos, com música, dança e comidinhas.  


Ficamos hospedadas em Puno,  localizada entre o lago Titicaca e as montanhas, assim a cidade cresceu pelas encostas. Menor que Cuzco, ficamos à vontade para circular. A praza de Armas, bucólica como qualquer cidade do interior, crianças alimentando pombos, mamãe vigilantes, adolescente conversando.


Com um toque peruano ....

O clima aqui, por conta da altitude, fica entre o frio (verão) e o muito frio (inverno). Mas o céu estava azul e não tivemos chuva.


A principal atração é a Catedral, construída no século XVII com estilo barroco espanhol mestiço. 



O que mais me chamou atenção foi a fachada, esculpida em rocha pelo peruano Simon de Astro que incluiu elementos andinos junto com os santos cristãos. Com elementos da flora e da fauna andinos, como esse puma cercado de flores de panti. 


E o mais surpreendente uma sereia tocando placidamente um charango (pequena guitarra andina).


Tudo em perfeita harmonia com os santos cristãos.

O interior do templo se caracteriza pela amplitude e simplicidade.




Demos muitos passeios pela Calle Lima, somente com pedestres. Inúmeras  opções de restaurantes, casas de cambio e lojinhas de artesanatos. Nós, nas compras, sempre pechinchando para conseguir melhores preços.



Podemos também frequentar simpáticos cafés e experimentar a culinária local. Pudemos até celebrar, tomando um vinho, pois já estávamos mais habituadas a altitude. E nos preparar para o dia seguinte, cheio de surpresas.




1 comentários:

Ramon Prates 1 de novembro de 2017 22:17  

Que legal esse grupo folclórico.

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO