#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

domingo, 26 de junho de 2016

SÃO PAULO CULTURA E ARTE

O outro lado cosmopolita de Sampa é o cultural. Mesmo sem ter certeza acredito que temos aqui o maior numero de equipamentos culturais da América Latina (sorry Buenos Aires, os portenhos só ganham nas livrarias).Então, com a chuva e o frio de inverno aproveitei para visitar algumas das exposições e como diz um amigo meu "tomar um banho de civilização".

No MASP caminhar entre Monet, Van Gogh, Renoir, Portinari do acervo permanente.
E ver uma exposição Histórias da Infancia, mesclando pinturas de várias épocas e fotografias retratando essa fase da vida. O interessante é que no audioguia crianças que descreviam as obras apresentadas.

Depois uma aula de pintura e escultura brasileira na Pinacoteca do Estado de São Paulo.


Na visita ao Instituto Tomie Ohtake, uma exposição incrível Picasso: mão erudita, olho selvagem. 

São dez seções onde fazemos um percurso cronológico temático pela obra do pintor. São pinturas, desenhos, esculturas e gravuras. 


Vamos compreendendo como através da sua trajetória o artista conciliou técnica e emoção. 


Uma explosão de cores e beleza encontrei na exposição O Triunfo da Cor: o Pós impressionismo no Centro Cultura do Banco do Brasil. Cada espaço teve suas paredes pintadas de uma cor intensa contribuindo para o impacto da obras expostas.

As características da fase , como a utilização das cores vivas, uso de temas da vida real, o pontilhismo, a experimentação iram sendo comentadas e exemplificadas com as obras de Van Gogh, Paul Cézane, George Seurat,


Achei interessante também um audiovisual que era apresentado numa tela como se fosse a janela de um trem
O prédio do CBBB também é bem interessante.


0 comentários:

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO