#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

EU RECEBERIA AS PIORES NOTICIAS DOS SEUS LINDOS LÁBIOS


Estou numa fase mais de ler do que escrever. Ocorriam idéias para postagens, no entanto não conseguia transformá-las em textos. Decidi então escrever sobre um dos livros lidos.

O título é inusitado, Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios, e o livro também foge do usual. O fotografo Cauby convalescendo numa pensão barata, relembra sua história de amor, enquanto ouve o relato da paixão platônica de outro hóspede, e estas e outras tramas se entrelaçam a outras compondo um grande mosaico. O cenário é uma cidade do Pará vivendo uma nova corrida ao ouro, e o pano de fundo são os conflitos entre garimpeiros e a mineradora.

A narrativa é sinuosa, o caminho é percorrido com surpresas, nada é o que aparenta a primeira vista. Uma intensa e crescente paixão vai nascendo entre Cauby e Lavínia, uma mulher sedutora e instável, casada com um pastor evangélico, Enani, que a tirou das drogas e da prostituição. Mas o caso do amor tem elementos de tragédia, que se anuncia desde o primeiro momento.

Não me arrependo de nada. Faria tudo de novo.
Valeu a pena ser invadido por uma onda de felicidade, ser tocado por uma tormenta.

Um personagem constantemente citado é o professor Schianberg, apresentado como o filosofo do amor, cujas teorias vamos conhecendo aos poucos. Define o apaixonamento como uma febre: a temperatura corporal se eleva vários graus, uma febre, nossa única seqüela divina. A única doença que Deus transmitiu aos homens.

Saboreei cada capitulo da narrativa do Marçal Aquino, gosto da forma como ele vai usando habilmente as palavras construindo uma história de amor, que é delicada mesmo sendo cercada de episódios de loucura e brutalidade.

Para quem é um tanto preguiçoso para ler, vi que o livro foi adaptado para o cinema, pelo diretos Beto Brant, então aguarde o filme.


3 comentários:

Bergilde 17 de novembro de 2011 15:58  
Este comentário foi removido pelo autor.
Bergilde 17 de novembro de 2011 15:59  

Tucha,
Abraço grande!
...Ler é maravilhoso,se pudesse faria como você!Por isso, aproveite essa fase pois quando escreve isso se reflete muito bem!
Sempre partilhando ótimas dicas de leitura.Gostei do vídeo porque reconhecí alguns atores e a história parece muito interessante,instigando mais a minha curiosidade como leitora daqui.

RAMON(ES) 17 de novembro de 2011 18:21  

Se Beto Brant vai fazer um filme baseado nesse livro, então a história deve ser bem "doidinha" ou fora do convencional.

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO