#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

terça-feira, 2 de agosto de 2011

SOM

O som é a Terra

não há nenhuma música nas esferas
como pensou Aristóteles

música barulho
o trepidar cristalino
da água
sob as folhas
é coisa terrestre
O cosmo é um vastíssimo silêncio
de bilhões e bilhões de séculos

Nenhum ruído
as estrelas são imensas explosões mudas
em desatino

a matéria estrela
(e explodir)
é silêncio
e energia

Para outros ouvidos talvez
poderia ser o universo
um insuportável barulho;
não para os nossos
terrenos

Viver na Terra é ouvir
entre outras vozes
o marulho
do mar salgado e azul
ouvir a ventania a rasgar-se nos galhos
antes do temporal

só aqui
neste planeta é que
se pode escutar tem límpido forjeio,
passarinho,
pequenino cantor
da praça do Lido

Ferreira Gullar - Em alguma parte alguma

3 comentários:

Georgia 3 de agosto de 2011 02:08  

Muito bonito. Eu já tinha até me esquecido do barulho da terra em vista a poluicao sonora que invade o nosso dia a dia.

Bjao

RAMON(ES) 6 de agosto de 2011 16:15  

Aqui onde eu to morando é bem tranquilo. Aí onde você tá a galera bagunça mesmo no fim de semana, é foda.

Nanda Botelho 7 de agosto de 2011 13:51  

A sinfonia terrestre é a música primária, mas só quem tem "ouvidos" pode saber...

Quanto a sua visita:

É a natureza da existência um eterno recomeço.
Bjs!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO