#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

terça-feira, 19 de julho de 2011

VIVA O CINEMA

Fiquei surpresa ontem com a grande quantidade de pessoas nas filas das bilheteiras dos cinemas num grande shopping da cidade em plena segunda feira. Seria a magia do bruxinho Harry Potter que multiplica os espectadores? Seria o preço promocional oferecido na segunda feira ou estamos vivendo um momento de reanimação, uma festa cinematográfica ?

A decadência do cinema começou com o aparecimento da televisão, as grandes salas fecharam ou se transformaram em supermercados, igrejas. A tristeza dos cinéfilos foi poeticamente retratada com o filme Cinema Paradiso. Parecia que nos restariam apenas as telenovelas e os programas de auditório.

A era de ouro acabou, entretanto a indústria cinematográfica ainda continuou poderosa. E a produção permaneceu e de os aparelhos de videcassete a reanimaram. Mas as grandes salas não voltaram a abrir, especialmente nas pequenas cidades. Nas metrópoles sobreviveram se dividindo em espaços menores, e, mais recentemente, os shoppings, trouxeram as multisalas.

O momento é outro, mas a mágica do cinema sobrevive, apesar da concorrência da televisão, da internet, da pirataria. Pessoalmente não troco o home theatre por uma sala de cinema. Gosto do movimento, de sentir a reação das outras pessoas. Dispenso a pipoca e os chatos.

Tenho lido muitos comentários sobre a qualidade das películas, os mais radicais dizem que os filmes agora, apesar dos recursos técnicos cada vez melhores, perderam o caráter artístico, são feitos apenas para entretenimento. E você o que acha?

4 comentários:

RAMON(ES) 20 de julho de 2011 22:36  

Com certeza era harry potter, mas até que as pessoas ainda tem ido ao cinema.

Georgia 21 de julho de 2011 02:36  

Marta, cinema quase nao vamos, é caro por aqui. Quem curte mais é o Daniel, pois paga metade, sabe como é, rs.

Como temos TV a cabo geralmente vem filmes bons, e agora eles oferecem o mesmo filme do cinema por um preco bom e a gente pode assistir de casa a mesma coisa que rola no cinema só que com algumas semanas de atrazo, rs. Nem tudo é perfeito.

Bjao

Marcio Melo 26 de julho de 2011 05:41  

Continuo "insistindo" em ir no cinema apesar de todos os contra-tempos da "turminha do barulho", bagunça e falta de educação porque ainda amo fazer isso.

A maioria dos filmes que chegam as salas são mesmo "comerciais". Para ver algo diferenciado só em mostras ou festivais ou então baixando e vendo em casa.

Bel 28 de julho de 2011 07:56  

Eu continuo apaixonada por cinema, mesmo que na maioria das vezes, ultimamente, tenha voltado frustrada. Estou precisando de uma maratona cinematográfica de bons filmes... quando será que vou à Capital? Aqui na Capitania você sabe como é...

PS- Não assisti Harry Potter. E nem vou.

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO