#navbar-iframe { height: 0px; visibility: hidden; display: none; }

terça-feira, 24 de março de 2009

AFOGADA EM NÚMEROS


1- Voltei do veraneio sentindo-me outro 2- Olhe papai, os ingênuos mandaram contas em nome de que eras antes.

Pois é. a gente volta renovada das férias .... quase outra. Eu voltei literamente outra, de sobrenome novo. A necessidade do novo passaporte me motivou para a transformação dos demais documentos, o que já devia ter feito há mais tempo.

Mas as contas não param de chegar, com o velho nome, e, somadas aos gastos das viagens me fazem afogada em números, ou melhor, em dívidas. E, me torno uma verdadeira malabarista para equilibrar, tira daqui, leva pra lá. Deixa pra depois, paga já... Mágicas pra render dinheiro curto. Nós brasilerios, somos especialistas.

Para completar, estou sem carro. O meu está a venda. Além da 'diversão' de andar de onibus, numa cidade com um sistema de transporte que deixa muito a desejar, tenho o desafio de comprar um novo carro, urgente, o imposto pode voltar. O que comprar? Como financiar? Mil questões. Precisava ser economista pra poder responder, tento ser...

Mas nada que não possa ser resolvido daqui a alguns meses... e valeu a pena.. fico cantando com o Rappa...
Se meus joelhos
Não doessem mais
Diante de um bom motivo
Que me traga fé
Que me traga fé...
Se por alguns
Segundos eu observar
E só observar
A isca e o anzol

Ainda assim estarei
Pronto pra comemorar
Se eu me tornar
Menos faminto
E curioso
Curioso...
O mar escuro
Trará o medo
Lado a lado
Com os corais
Mais coloridos...

Valeu a pena Êh! Êh!
Valeu a penaÊh! Êh!
Sou pescador de ilusões

Se eu ousar catar
Na superfície
De qualquer manhã
As palavras
De um livro
Sem final! Final...

Valeu a pena Êh! Êh!

2 comentários:

Bel 24 de março de 2009 18:45  

Ah, se valeu a pena... então tá tudo bem!
A gente vai levando, a gente vai levando...

Beijoooooooo

M. 27 de março de 2009 20:05  

Vai treinar estacionar seu novo carro!! Você merece carro novo, vai bombar na cidade!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO